domingo, 2 de novembro de 2008

Estamira.


O filme Estamira me surpreendeu, o discurso de uma mulher que diz ter sido enviada ao mundo para revelar a verdade, para lutar contra o "trocadilo" parece não fazer o menor sentido. Mas ela com toda a sua insanidade ao final do filme parece estar mais lúcida do que todos nós.


Depois de ter sido abusada pelo padrasto quando ainda jovem e após isso enviada a um bordel, o mesmo crime se repete já adulta na própria rua onde morava, e ela grita: "Pára pelo amor de Deus". O estuprador responde a ela: "Deus não existe". Casou-se duas vezes, ambas as tentativas de ser feliz fracassaram, com dois filhos, esta mãe solteira teve que criar sua prole com a única arma que tinha, a determinação.


A vida foi muito dura para Estamira, a realidade se tornara insuportável, ela precisa enlouquecer,ela precisa fugir desse mundo. Aos poucos se revoltara contra a vida, contra o "trocadilo". E aos poucos os sinais de loucura e insanidade foram apontando. Agora refugiada em seu subconsciente mudara-se para o lixão, onde julgava ter uma vida feliz, simples e feliz. O que tinha para nos ensinar aquela louca mulher?Aquela mulher que não suportou as surras da vida? No meio de seus discursos insanos habitava a verdade, habitava a dor e o sofrimento de um ser humano.


O trocadilo dito tantas vezes por ela, significa a ordem inversa das coisas, para ela todos estão vivendo de maneira incorreta, estão fazendo tudo ao contrario, não acreditava no Deus do homem, no Deus que puni e é vingativo "Eu não acredito nesse Deus arrombador de casas, nesse Deus vingativo, nesse Deus trocadilo", dizia. Acreditava em um Deus que amava os homens , e por amá-los nunca os machucaria, nunca cometeria injustiças, nunca a ofereceria mais daquilo que ela poderia suportar.


Estamira é um fime/documentário que surpreende por nos atingir de fora direta, porque estamos conscientes da realidade, mas preferimos fingir que nada está acontecendo, e ela está lá para mostar a nós isso, ela está lá para nos revelar a verdade. Estamira é um filme que choca.

7 comentários:

karine luadek disse...

owwwww
eu vi este documentário, e adorei!
uma existência tão negligenciada como a dela, acabou por alucinar na busca de uma fulga dos horrores vividos!
bom d+

julia cesino disse...

TO LOUCA PRA VER!

karine luadek disse...

http://sublimarerecalcar.blogspot.com/
meu blog recém postado!
obs: tem sereia... hehehe... mas é legal!

Lu Barg disse...

é, também acredito que esse 'Deus treocadilo' é uma invenção humana, para se proibir, ou até se esconder de algumas coisas...

quer ver o documentario! ;B

karine luadek disse...

desejo que teu desejo seja concretizado!
e um amor sempre é bom de se viver!
boa sorte!
que vc encontre seu gato!
e que ele encontre vc!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Eu tenho em minha videoteca. Estamira é um espelho em muitas paredes, senão todas. Olhamos e vemos a nossa miséria.

O que fazemos a partir daí? A resposta que damos é o sinal (ou não) de nossa sanidade.

Vale a reflexão.

...

Anna Oh! disse...

Nossa, a gente na faculdade é praticamente obrigado a ver e a citar o filme, muitas e mtas vezes. Realmente, tem tantas verdades nele... e a loucura foi uma forma de Estamira se manter viva, apesar de tudo q aconteceu com ela. É uma lição de vida mesmo.

Bjus